Saiba quais empresas financiam testes em animais na China


Vejo que ainda há muita confusão e pouca informação a respeito de quais empresas foram parar no mercado chinês - país que ridiculamente obrigada por lei que todos os cosméticos vendidos lá sejam testados em animais. Mesmo que os produtos sejam comercializados no mundo todo sem a necessidade de serem testados em animais, a legislação da China, indo na contramão do avanço tecnológico e ético, impõe que todos os cosméticos que entram no país devam ser testados em animais.

Algumas marcas que antes eram consideradas cruelty free, se renderam ao gigante mercado chinês e passaram, com isso, a financiar testes. Apesar de algumas marcas declararem em seus sites que não realizam testes em animais, acabam tendo que terceirizar testes na China. Como diz a Luisa Mell, os coelhos e camundongos chineses também merecem nosso respeito. 

A melhor forma de protesto é o boicote. As empresas só mudarão de postura quando o fato de testarem em animais começar a interferir significamente no lucro. A PETA faz um excelente trabalho em pressionar as empresas a e disponibilizar no site uma lista com todas as empresas internacionais que testam e não testam. As empresas sabem que o boicote afeta parte do lucro e, a partir disso, pressionam as autoridades chinesas a buscar por alternativas.

Uma outra forma bem simples de saber a maioria das empresas que estão sendo comercializadas na China é através do site da Sephora chinesa. Há algumas empresas multinacionais como a Benefit que não constam na lista da PETA nem como empresa que testa, nem que não testa. No entanto, é possível ver que os produtos da empresa são vendidos na China:


FONTE: http://www.sephora.cn

Além da Sephora chinesa, há outro site que vende marcas que foram testadas em animais antes de serem vendidas, o Skin Store China. Exemplo de marcas: Revlon, Olay, Nivea, RoC, Kiehl etc. As outras empresas famosas que não constam em ambas as listas são: Avon e Mary Kay, que são vendidas apenas por catálogos e sites próprios.


E quanto às empresas que possuem fábricas alocadas na China (o famoso: "Made in China")?

Produtos que são fabricados na China, mas não são vendidos na China, não são obrigados a passar por testes em animais. Uma empresa pode fabricar seus produtos na China e manter seu status de livre da crueldade.

Em geral, apenas produtos que estão sendo vendidos na China são obrigados a serem testados em animais. 


Para finalizar eu sugiro que confirmem através de fontes seguras sobre as marcas. Alguns blogs estão desatualizados (a lista das empresas muda o tempo todo!) e muitos não informam corretamente quais empresas são verdadeiramente cruelty free. 

Além do site da PETA, há o guia do Leaping Bunny. Para empresas nacionais, há uma lista do PEA para produtos livres de testes em animais.


9 comentários:

  1. As empresas que não praticam crueldade deveriam divulgar mais o quanto estão preocupadas em manter esse status, e essa questão também deveria ser mais divulgada tem muitas pessoas que nem imaginam o quanto um produto de beleza pode causar tanta crueldade com os animais.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também acho, Ariane! Mas nesse nicho de produtos de beleza há muita grana envolvida. Assim como os abatedouros, as empresas não querem que as pessoas saibam das atrocidades.
      Acredito que os blogs e sites preocupados em divulgar produtos cruelty free estão aumentando no Brasil.
      Beijos

      Excluir
  2. Oi Eliana! Muito bom esclarecer esse assunto! :)
    Sempre fico em dúvida sobre a questão da venda na China, como a questão da PAco Rabane, você viu né? A própria Peta dizer uma coisa e os benditos venderem na China, que tristeza :(

    Obrigada pelas informações, essa é uma ótima idéia pra pesquisar empresas que vendem lá mesmo!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess,
      Eu também tinha muita dúvida quanto aos produtos vendidos na China. As informações são mesmo muito confusas. Eu confio na lista da PETA, mas depois que eu vi que a Paco Rabanne é vendida na China, fiquei com um pé atrás. Acho que eles não se atentaram para esse fato. De qualquer forma eu enviei um e-mail para eles questionando esse fato. Assim que eles me responderem eu te aviso!
      Beijos

      Excluir
  3. Muito interessante esse post, gostei de saber, não sabia disso! beijos

    vem conferir receitinhas de sucos verdes! bjo

    ResponderExcluir
  4. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  5. Olá Eliana, gostaria de saber se você sabe algo sobre a marca Carolina Herrera? Não a encontrei no site da PETA, também não está nessa lista. Eu uso os perfumes da marca, antes de entrar em contato com ela, queria saber se você tem alguma informação....
    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Olá Alana!
      Pelo que consta no site da PETA, parece que a política de testes da Puig/Carolina Herrera não é muito clara, por isso resolveram não adicionar nenhuma das marcas como cruelty free, como Paco Rabanne, Carolina Herrera e Nina Ricci. Além disso, algumas dessas marcas são vendidas na China. :/

      http://www.peta.org/blog/buyer-beware-animal-testing/

      Excluir

Tecnologia do Blogger.