Mostrando postagens com marcador Bioart. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Bioart. Mostrar todas as postagens

quarta-feira, 2 de março de 2016

Resenha | Sublime - Ritual Box de Janeiro


A Ritual Box é um serviço de assinatura mensal de cosméticos cruelty free, veganos e preferencialmente naturais e orgânicos. Cada mês uma caixa é enviada à assinante obedecendo a um ritual de cuidados ou um tema determinado. É uma ótima oportunidade de conhecer novos cosméticos, principalmente quem embarcou na vida vegana/natureba e anda perdida. Para mais informações, visite o site da Sublime.

No mês de janeiro a Sublime Rituais selecionou produtos com o tema "Sol de Verão". A escolha foi pensada em um ritual de cuidados intensivos com a pele e cabelos, que costumam pedir atenção especial nessa época. 


Lip Balm FPS 15 (Hurraw!) sabor Tangerina e Camomila R$28.50


A Hurraw! é uma marca especializada em bálsamos labiais dos Estados Unidos. Todos são veganos, feitos com ingredientes naturais, orgânicos e crus (o nome faz referência ao termo "raw").

O Sun Balm contém 10% de óxido de zinco não-nano (sem partículas nanométricas) que garante fator 15 de proteção solar. O impressionante é que geralmente com essa quantidade de óxido de zinco, não fica esbranquiçado. Nos lábios, fica transparente. O cheiro de tangerina é uma delícia! Outra característica é o formato não circular, que na minha opinião, é um pouco mais fácil de aplicar. Tomei sol algumas vezes com ele e adorei a sensação de lábios hidratados. É claro que ele pode ser usado em outras situações, devido ao seu alto poder de hidratação e proteção. 

Eu já tinha o lip balm da Hurraw! de cereja (blackcherry) com corzinha vermelha que comprei fora do Brasil, mas em termos de hidratação, esse é o melhor.

Selos da Certified Vegan e da Leaping Bunny

Ingredientes: Prunus amygdalus dulcis (sweet almond) oil, Euphorbia cerifera (candelilla) wax, Theobroma cacao (cocoa) seed butter, Cocos nucifera (coconut) oil, Citrus aurantium dulcis (orange) peel wax, Ricinus communis (castor) seed oil, Olea europaea (olive) fruit oil, Rubus idaeus (raspberry) seed, Hippophae rhamnoides (seabuckthorn) seed oil, Punica granatum (pomegranate) seed oil, Tocopherols (sunflower), Citrus reticulata (tangerine) peel oil, Anthemis nobilis (chamomile) flower extract, Vanilla planifolia (vanilla) bean


Sabonete de Argila Dourada da Bioart (R$33)


Eu já tinha lido elogios de algumas pessoas e estava curiosa para testar o sabonete de argila da Bioart. A apresentação dele é muito bonita, tem uns selinhos fofos no rótulo, a caixa é linda e o sabonete possui desenhos de flores em alto relevo. 

A argila dourada é indicada para iluminar o rosto e dar aquela sensação de pele mais viçosa. Geralmente é adequada para pessoas com peles normais. 

Na minha opinião, o cheiro deixou um pouco a desejar. É rico em extratos vegetais, mas não há óleos essenciais na composição e não me pareceu um sabonete cheiroso. Ele limpa direitinho e remove as impurezas sem ressecar o rosto. Mas não achei que o desempenho dele se destacou dos outros sabonetes de argila. E com um preço tão acima da média, esperava um pouco mais dele. 

Ingredientes: Sodium palmate/ sodium kernelate/ sodium stearete/ aqua/ glycerin/sodium chloride/ sodium hydroxide/ disodium distyrylbipheny disulfonate/ argilamontmorllionite/ sodium astrocaryum murumuruate/ cocos nucifera (coconut) oil (and) plumeria rubra flower extract (and) gardenia tahitensis flower/ leaf/ steam armeniaca (apricot) fruit extract (and) lavandula angustifolia (lavender) flower/ leaf/ steam extract (and) pyrus malus (apple) fruit extract (and) vanila planofolia frut extract (and) jasminum officinale (jasmine) flower/ leaf extract (and) polianthes tuberosa extract (and) citrus aurantium dulcis (orange) peel extract (and) citrus aurantium dulcis (orange) fruit extract (and) ziniber officinale (ginger) root extract (and) elettaria cardamomum seed extract/ kaolin/ sucrose/ polyethylene glycol 400.





Eu já tinha comentado por aqui o quanto eu gosto do sérum leave in da Riquezas e acabei sugerindo a inclusão dele em uma das Ritual Box. Pelo que eu fiquei sabendo, muita gente também aprovou! Ele é um pouco diferente do que eu fiz a resenha (o de Murumuru, Cupuaçu, Pracaxi e Coco). Além da diferença de cheiros, senti que esse é um pouco mais pesado, indicado para cabelos mais secos e danificados. Ainda assim, ele não deixa o cabelo pesado. 

Logo após lavar o cabelo e secá-lo com a toalha, uso 1 pump e 1/2 do leave in e distribuo nas pontas. Quando o cabelo seca, percebo redução de frizz e cabelo mais brilhoso e macio. 

Ele é indicado para quem faz no e low poo por não conter derivados de petróleo nem silicones.



A máscara iluminadora de argila dourada é indicada para todos os tipos de pele, tem textura cremosa e é composta por agentes hidratantes. Diferente da máscara de argila em pó, essa remove impurezas, ativa a circulação sanguínea e hidrata ao mesmo tempo.

Espalho uma camada generosa no rosto inteiro e deixo agir por 15-20 minutos. A sensação ao remover a máscara é de pele purificada, mais clara e super macia. Eu nem sinto a necessidade de hidratar depois. 


Percebi que nesse sachê não veio o ingrediente Resveratrol/Vitis vinifera (óleo de semente de uva) na composição, o qual estava presente na outra máscara mais antiga. É uma pena, porque ele também possui propriedades anti-aging (protege o colágeno e a elastina da pele).



Além destes, também vieram na Ritual Box:

Bandana de algodão com tema de marinheiro/navy 

Chá gelado Liv Tea (delícia!)

Sublime Mag Sol de Verão (com receitinhas legais de comidas e drinks, descrição dos produtos e dicas de alongamentos)

Para saber mais:
Site: http://sublimerituais.com.br/
Facebook: https://www.facebook.com/sublimerituais
Instagram: https://www.instagram.com/sublime_rituais/



Box enviada para considerações voluntárias no blog. As opiniões do post são 100% sinceras e refletem as minhas experiências pessoais.

sexta-feira, 15 de janeiro de 2016

Sublime Rituais | Ritual Box de Dezembro


Para quem não conhece, a Ritual Box é uma caixa de produtos de beleza e higiene veganos, naturais e orgânicos por assinatura mensal que contém de 5 a 7 itens, incluindo tamanho full size, miniaturas e amostras grátis. O custo varia de acordo com o plano, que pode ser trimestral, semestral ou anual.

Esses foram os produtos que chegaram na Ritual Box de dezembro da Sublime - edição "Aromas de Natal":




Esse esfoliante facial de cristais de quartzo à base de sílica é genial! Os cristais possuem a granulometria ideal para fazer uma esfoliação eficaz, mas sem machucar ou irritar a pele do rosto. A grande vantagem dele é que você pode escolher misturar a quantidade que quiser no sabonete facial (líquido ou em barra). Se quiser uma esfoliação suave, é só colocar menos. E se quiser uma esfoliação mais hardcore, misture mais quantidade de cristais. A pele fica renovada e macia. Um sachê rende várias aplicações. Preço: R$9,40 (30 g).


Essa loção é à base de gel de aloe vera, extrato de moringa, funcho e óleo essencial de lavanda. A princípio, não parece ser muito eficaz em remover sujeira porque parece uma aguinha bem líquida e rala, mas eu coloco uma pequena quantidade no algodão, passo no rosto e o algodão sai sujo. A pele fica macia, limpa e levemente hidratada. Apesar de ser eficaz em remover resto de maquiagem e impurezas do rosto, eu gosto de uma limpeza mais profunda e essa loção é extremamente suave. Achei interessante usar quando não se tem acesso a água, como em viagens ou longos períodos fora de casa. No dia a dia, não achei tão bom para a minha pele, mas pode ser interessante para quem tem a pele seca ou muito sensível. Ah e se cair no olho vai arder! Preço: R$35,90 (210 ml)


O gel de banho gelado é refrescante durante o banho e ideal para o verão. Ele possui derivado de mentol na composição que é um agente responsável pela sensação geladinha, mas sem irritar a pele. Tem um cheirinho muito agradável de carambola, limpa bem a pele sem ressecar e faz uma espuma legal para o meu gosto. A embalagem é ideal para viagens e é super fofa! Acho que o lado negativo dele na minha opinião é o preço: R$18,50 (38 g) ouch!





Acho que necessaires são sempre bem vindas, principalmente em época de férias quando viajamos. Essa é uma necessaire de tecido, feito a mão pela estilista Gabriela Mazepa. Para a escolha do material, foram escolhidos tecidos que seriam descartados pela indústria da moda e iriam para o lixo. Dessa forma, além de reaproveitar material (conceito chamado de upcycling), existe uma preocupação de gerar menos lixo. Além de ter achado as cores lindas (bordô e preto), gostei do fato de ela ser molinha e maleável porque se adapta a bolsas pequenas e não ocupa muito espaço. Preço: R$38,50.

Quem quiser saber mais, existem oficinas de reaproveitamento chamadas de "Re-Roupa" oferecidas pela Gabriela, que é um projeto para dar cara nova a uma peça de roupa ou aproveitar o material de uma blusa para fazer uma saia, por exemplo. Achei muito interessante esse vídeo em parceria com a Farm.

A sombra já passou por aqui no blog algumas vezes. Ela tem cor champagne e é um item versátil. Pode ser usada não só como sombra, mas como iluminador de têmporas ou misturada na base para uma pele iluminada. Ela contém argila na composição que é um ingrediente ótimo para pele oleosa. Preço: R$42,50.


Aplicada sobre a pele, sobre uma base de lápis branco e base de lápis preto


Vieram também: pinha e sementes de moringa para plantar em casa ou na sua cidade. Acho que todos devem ter lido a reportagem que dizia que a moringa oleifera era uma planta que poderia acabar com a fome no mundo. Se não viu, é essa aqui ("Suas folhas verdes contêm mais cálcio que o leite de vaca e mais ferro que o espinafre").


Para saber mais sobre a Sublime e ficar por dentro dos descontos:

https://sublimerituais.com.br/

quarta-feira, 6 de janeiro de 2016

Sombra mineral Dourada da Bioart x sombra Ouro da Koloss



A Carla da loja Veganita me enviou essas 2 sombras em pó e sugeriu que eu fizesse uma comparação. Ela disse que meu blog era democrático, já que abrangia produtos para diferentes bolsos e essas sombras eram bem parecidas, mas com a diferença de preço e composição.

(Aliás, o veganismo é assim democrático: você pode viver de orgânicos, gourmet e industrializados caros ou pode viver muito bem à base de alimentos in natura baratos da feira).

A sombra da Bioart é a Dourada, uma cor mais alaranjada, enquanto a Ouro da Koloss é um amarelo mais frio. Para comparação, apliquei sobre uma base preta (lápis de olho preto):

Comparação sem flash x com flash

A textura delas é muito parecida e ambas tem boa duração quando aplicadas sobre um primer de sombras. Aliás, o uso de um primer de olhos aqui é importantíssimo.

Eu uso maquiagem mineral em pó solto desde 2008 (é uma das melhores coisas para a minha pele) e não tenho problemas em usar e manusear. Mas por serem sombras em pó solto, elas podem fazer bastante sujeira e até vazar se transportadas sem cuidado na necessaire. Eu prefiro aplicá-las com o pincel de cerdas sintéticas umedecido e depois faço o acabamento com a sombra em pó seca dando batidinhas, sempre tomando o cuidado de não deixar cair no rosto.

Sombra Dourada da Bioart (com flash)


Comparação de sombras (sem flash)


  • Composição

Sombra Bioart:
**Argilla/Montmorillonite/Kaoli/Mica, *Tapioca Starch, ***Titanium Dioxide, CI 77019/CI 77891/CI77861, CI/77019/CI77491/2 (Iron Oxides), ***Mica/Titanium Dioxide/Iron Oxides.
* Ingredientes Naturais
** Ingredientes de processos orgânicos

Sombra Koloss: 
Talc, Methylparaben. Pode conter: CI 77891, CI 77019, CI 77492.

  • Preço
Sombra Bioart: R$40

Sombra Koloss: R$12


As cores são lindas e ambas tem desempenho muito similar. Se você prestar atenção, os minerais dos pigmentos usados são os mesmos (mica: CI 77019, óxido de ferro: CI 77492 e dióxido de titânio: CI 77891). A diferença no preço é expressiva, mas a sombra da Bioart é totalmente natural, indicadas para peles sensíveis, não contém parabenos e talco, que são ingredientes polêmicos e podem causar alergia a certas pessoas. Cabe a cada um colocar na balança o preço x composição.

sexta-feira, 28 de agosto de 2015

Resenha | Corretivo mineral em caneta da Bioart


A Bioart vem expandindo sua gama de maquiagens minerais e há pouco tempo anunciou que todos os produtos foram reformulados sem o uso de ingredientes de origem animal. Antigamente o gloss e o rímel possuíam cera alba (cera de abelha).

O corretivo mineral vem em formato de caneta com um pincel na ponta. O formato lembra o famoso corretivo "Touche Éclat"da YSL, que infelizmente não é cruelty free, mas ao invés de sair com clique, o produto sai nas cerdas do pincel ao girar a outra extremidade. Assim, é possível controlar a quantidade de produto a ser usado.


Dentre os ativos hidratantes, estão a manteiga de karité, óleo de oliva, soja e coco. O dióxido de titânio presente na fórmula é responsável pelo efeito clareador e difusor de luz. Já a argila tem a função de deixar a pele sequinha ao toque. O perfume suave se deve aos extratos de laranja e pau-rosa.

A textura é cremosa, mas não muito densa. Para aplicar, tem que dar batidinhas senão o produto "some" na pele.

A cor claro é indicada para pessoas com a pele bem claras (a cor é um tom mais claro que a minha pele) e funciona para iluminar pontos estratégicos do rosto (olheiras, bigode chinês, embaixo da sobrancelha, por exemplo). Ele possui um subtom levemente rosado, mas se adapta a tons de pele amarelado, como é o meu caso. Não notei nenhuma partícula de brilho ou glow/"shimmer".


A cobertura é leve e não achei que ele cobre manchas e espinhas, mas no quesito iluminador, ele é bem interessante. Portanto, considerei usá-lo como iluminador debaixo dos olhos em cima de outro corretivo ou base.

Não tenho muita olheira, então aproveitei que dormi mal (tive insônia pensando nos porquinhos e na indiferença das pessoas com a causa animal) e tirei a foto para comparação:

sem nada (à esquerda) e com o corretivo da Bioart (à direita)

Aplicação (com e sem flash)


A duração do corretivo usado sozinho na pele não é das mais melhores, durou um pouco menos de 6 horas, mas se usado com um pó facial por cima, ajuda a fixar melhor.

A pele precisa estar hidratada porque ele pode ficar com aspecto ressecado. Ainda assim, acredito que ele se dá bem em peles secas ou oleosas.

Não achei o preço muito convidativo (R$58) pela quantidade de produto (4 ml). Ele acaba rapidinho. Por isso eu usaria apenas em ocasiões especiais ou nos dias que eu dormi mal e quero ficar com o olhar mais "aberto", com menos cara de cansada.

Composição: Aqua, Propanediol, Shea Butter, Argilla/Montmorillonate/Kaolin/Mica, Titanium Dioxide, Ethylhexyl Olivate, Sorbitan Olivate, Nucidera Oil/ Glycine Soja Oil/ Citrus Aurantium Bergamia Fruit Extract/ Aniba Rosarora, Sorbitan Palmitate, Glyceryl Caprylate, Tapioca Starch, Mica CI 77019/ CI 77891/ CI 77861, Tocopherol.

A loja e-cosmetique me enviou para considerações o corretivo em caneta da Bioart. 
Usando o código BELEZAVEGANA ganha desconto de 10% em compras a partir de R$72,00 

segunda-feira, 13 de abril de 2015

Ritual Box de março | Detox


A quem ainda não conhece: a Ritual Box é um serviço de assinatura mensal de cosméticos veganos, cruelty free e, sempre que possível, naturais e orgânicos. Fiz um post com a versão de natal neste link. O site com os preços e todas as informações é o https://sublimerituais.com.br/. 

A edição de março da Ritual Box da Sublime teve como tema o "detox". Eu entendo que o significado de detox no mundo dos cosméticos seja um processo de limpeza mais pesada da pele, por meio de removedores de impurezas e células mortas superficiais. E para fazer essa faxina, nada melhor que usar ingredientes simples, orgânicos e saudáveis. 

Apesar de ser adepta de chás e dos sucos verdes, não acredito em detox (ou desintoxicação do organismo) da forma que é divulgado por aí, até porque, se o nosso organismo está saudável, ele já é capaz de eliminar toxinas por si próprio. Por isso, vejo os sucos denominados detox apenas como sucos nutritivos, saudáveis e sempre bem vindos. 

Se o assunto é separar um momento para fazer uma limpeza "mais pesada" da pele, eu estou 100% interessada! Adoro fazer limpeza de pele caseira e eu percebo a diferença assim que termino.

Os produtos recebidos dessa caixa foram:

  • Ecobag com o logo da Sublime Rituals
  • Sabonete esfoliante "Maria da Selva" da Cativa Natureza (120ml)
  • Sachê refil da máscara de argila facial dourada da Bioart (30g)
  • Tônico de açaí da Ikove (120ml)
  • 3 sachês de chá verde, limão e gengibre orgânico da Tribal Brasil
  • Sublime Magazine (receitas, explicações sobre os produtos etc)


1. Sabonete esfoliante de tea tree e arroz da Cativa Natureza



Possui ingredientes como óleos essenciais orgânicos de tea tree e gerânio, extratos vegetais de mulateiro, lavanda, laranja doce, hibiscos, damasco, baunilha, jasmim e gengibre. Os grânulos a base de arroz são bem pequenos e abundantes. Contém glicerina e óleo de coco. 

Acredito que esse esfoliante seja mais adequado a peles mistas e oleosas. A minha pele é oleosa e sensível, com tendência a ressecamento em algumas regiões e acne em outras (ou seja, caótica).  

Eu já tinha usado o esfoliante de erva mate da Cativa e achei que o poder de esfoliação do "Maria da Selva" é muito mais eficaz. Além disso, ele não irritou a minha pele como o outro irritou. Como todo esfoliante, se a pele estiver seca, a esfoliação é mais poderosa que na pele úmida. Usei 2 vezes na semana e não senti ressecamento excessivo nem efeito rebote. Ele tem cheirinho cítrico e uma bolotinha rende para o rosto todo. De todos os produtos da box, esse foi o que eu mais gostei.

O preço é R$35.

2. Máscara de argila dourada da Bioart



Após o uso do sabonete esfoliante, usei a máscara de argila. Eu já usava máscara de argila toda semana, mas sempre a argila em pó. No entanto, essa argila é em forma de pasta e contém outros ingredientes como ativos hidratantes, óleo de semente de uva/resveratrol e vitamina E.

Aplico 3 camadas e espero secar e agir por 10 a 15 minutos. Retiro com água fria.

No início, eu sinto uma ardidinha. Mas como ela vem com ingredientes hidratantes junto com a argila, não dá sensação de repuxamento da pele - pelo contrário! Depois de removida, a pele fica extremamente macia e lisinha. Senti um leve clareamento da pele também, que é comum sentir ao usar argila na pele. Acredito que ela possa ser usada em qualquer tipo de pele.

Creio que o sachê de 30 gramas dure de 6 a 8 aplicações.  

O preço é R$25.

3. Tônico facial de acaí da Ikove 



Para finalizar a limpeza, o tônico facial. Este tônico contém óleos essenciais orgânicos de laranja doce, lavanda e mexerica, extrato de açaí, sálvia, camomila e cavalinha e aloe vera.

Apesar de eu ter uma certa antipatia com o péssimo serviço de atendimento ao cliente da Ikove, achei o tônico suave e eficaz. Aplico dando 3 borrifadas num algodão/toalha e massageando pelo rosto. Inacreditavelmente depois de tanta limpeza, este tônico conseguiu remover mais sujeira e resto de maquiagem sem ressecar a pele. Possui um perfume suave e agradável, lembra mexerica. Ele também pode ser aplicado diretamente no rosto, como uma água floral (ou hidrolato). 

O preço é R$38.


Depois de usar esses produtos, considero importante finalizar com um hidratante facial e um lip balm.

E por último, os sachês de chá verde orgânico com  gengibre e limão são sempre muito bem vindos. Eu tenho o costume de tomar chá verde diariamente devido ao meu metabolismo lento (quase parando). O chá verde e o gengibre são termogênicos conhecidos por acelerarem o metabolismo, por isso quem quer uma ajudinha para emagrecer, considere incluí-los na alimentação. 

O valor total dos produtos é de aproximadamente R$100 e o valor da assinatura mensal é de R$85/mês ou 3x R$80 em 3 meses ou 6x de R$76 por 6 meses.  

Receitas de sucos nutritivos 

Lista fofa e super útil! <3 


Obs: Caixa enviada para considerações no blog.

terça-feira, 24 de março de 2015

Resenha | Veggie Box de Fevereiro



Primeiramente peço desculpas pelo post um pouquinho atrasado. Além de preferir testar bem todos os produtos antes de resenhar, não tem me sobrado muito tempo durante a semana para postar. Estou com vários posts pra publicar, mas é só chegar o final de semana e o meu ânimo fica uma bosta só. Espero voltar à rotina de uma frequência boa de posts semanais, mas já adianto que os meus peludos tem sempre preferência :)

Quem chegou agora e não conhece a Veggie Box, recomendo a leitura dos meus posts anteriores aqui e aqui.

Nessa Veggie Box de fevereiro vieram:

  • Hidratante corporal hipoalergênico da MBoah, versão miniatura 36 ml
  • Hidratante para tattoo da MBoah, versão miniatura 36 ml
  • Sombra iluminadora em pó da Bioart
  • Gel dental da Cativa Natureza
  • Sachê perfumado da Feito Brasil
  • Necessaire "Veggie bag"


Começando pelos produtos que eu mais gostei, que foram os hidratantes corporais da MBoah:


Eu já fiz uma resenha do hidratante para pele seca nesse post e percebi pouca diferença para o de pele normal. Ambos hidratam sem deixar a pele oleosa/melequenta, além de serem rapidamente absorvidos pela pele. Já o hidratante para tattoo, é mais grossinho e tem maior poder de hidratação, indicado para os cuidados diários com a tatuagem. Ele hidrata e protege contra o desbotamento, deixando a pele tatuada mais viçosa. Dentre os ingredientes ativos na composição estão: o aloe vera, pantenol, manteiga de karité, vitaminas A e E... ou seja, ótimos ingredientes para pele. Eu gostei muito do fato de ambos não possuírem perfume!
Preço: R$24 cada.

O segundo produto favorito da box é a sombra iluminadora em pó da Bioart.


Eu já comentei sobre essa sombra neste post. Ela tem cor champagne rosada/pêssego com brilho dourado discreto. Ela é muito versátil e pode ser usada durante o dia ou à noite. Combina demais com cores mais escuras, como azul marinho. Uma outra forma de usar é misturar um pouquinho da sombra em pó na base líquida ou no primer facial para dar um glow na pele em ocasiões especiais. Juro que não fica muito purpurinada!
Preço: R$38


O produto que menos gostei foi o gel dental orgânico da Cativa Natureza por motivos de: incompatibilidade com o meu bolso. Confesso que adoro ver novos produtos veganos sendo lançados e fico querendo testar tudo, principalmente se forem orgânicos. Até cogitei continuar comprando esse gel dental quando testei, mas caí pra trás quando fui ver o preço: R$19,90.

Ela limpa direitinho os dentes e deixa um frescor como uma pasta de dente convencional, mas possui um gostinho amargo, que acredito ser do óleo essencial de melaleuca. A textura é em gel quase líquido e faz pouca espuma na escovação.

Para quem se preocupa em usar cremes dentais sem flúor e com composição mais natural possível, vai gostar. Mas se a intenção for para ser usada por crianças (engolir flúor não é bom), não acho que ela vá se adaptar devido ao gostinho amargo da melaleuca. Nesse caso, acredito que o creme dental orgânico sem flúor da Contente tenha maior aceitabilidade, já que é mais docinha.


O sachê perfumado da Feito Brasil é gostosinho e já está perfumando minhas roupas na gaveta. Ele tem um cheirinho amadeirado e doce ao mesmo tempo. A necessaire "Veggie Bag" é super fofa em pano e fácil de lavar.

Deu pra notar que a soma dos preços dos produtos superou o preço cobrado pela Veggie Box (R$89,90 por mês e frete grátis para quase todo o país) e é uma forma bacana de testar produtos.


Essa Veggie Box não teve a curadoria de uma pessoa em específico, mas como no dia 8 de março foi o dia internacional da mulher, ela veio com um texto e um poema. Como crítica construtiva, eu acredito que essa era uma oportunidade de dizer sobre empoderamento e autonomia de mulheres, sobre a luta pela ética e igualdade social e sobre como a inferiorização e o alto índice de violência contra as mulheres no Brasil devem ser lembrados e discutidos. É um dia de luta e não de homenagens com poesias e flores, tratando mulheres como seres puros de luz. Espero que na próxima vez esse fato seja considerado.


segunda-feira, 23 de fevereiro de 2015

Ritual Box da Sublime - dezembro


A Ritual Box é mais um serviço brasileiro de assinatura mensal de cosméticos veganos (não testados e sem ingredientes de origem animal), similar à Veggie Box, que eu tive o prazer de participar na curadoria. Como vegana e apaixonada por cosméticos, está sendo muito legal vivenciar essa época na qual surgiram simultaneamente no Brasil duas empresas que oferecem caixas-surpresa recheadas de cosméticos comprometidas com a qualidade dos produtos oferecidos e com a iniciativa de enviar somente cosméticos veganos. Dessa forma, cada um decide por assinar as duas ou escolher a que mais se identifica. Minha esperança é que ambas cresçam e atinjam novos públicos, já que a abordagem de produtos cruelty free/veganos em blogs brasileiros ainda é bem restrita.

A diferença entre as duas é que a a seleção dos produtos da Veggie Box possui participação de blogueiras do ramo de cosméticos, enquanto a escolha da caixa da Ritual Box é feita pela própria Sublime Rituais, a qual é inspirada em um tema diferente por mês, remetendo sempre a um ritual de beleza. Por exemplo, no mês de janeiro a Ritual Box teve como tema o verão ("quente como o verão"). Assim, os produtos foram selecionados para essa época do ano e um deles foi o gel pós sol da Cativa Natureza. A fundadora Isadora explicou nesse vídeo mais detalhes sobre a proposta da Ritual Box de verão. 

Eu recebi a caixa de dezembro, que teve como tema o Natal. 


Produtos:

- Cartão contendo a descrição de todos os produtos da caixa
- Revista (Sublime Mag) com receitas (algumas são ovo-lacto :/)
- 2 pinhas
- Sachê de perfume
- Shampoo de castanha da Arte dos Aromas 250 ml
- Esfoliante corporal da Arte dos Aromas 250 ml
- Condicionador de castanha da Arte dos Aromas 30 ml
- Sombra iluminadora da Bioart 1,6g
- Shower gel da Vyvedas 300g

Os produtos que eu mais gostei foram o shampoo de castanha e a sombra iluminadora. 

O shampoo da Arte dos Aromas tem consistência cremosa e cor perolada. Apesar de conter sulfato, ele é muito hidratante e deixou meu cabelo brilhante e macio, nada ressecado e sem frizz nas pontas. No entanto, como eu tenho a raiz do cabelo oleosa, nos dias seguintes à lavagem, senti aumento de oleosidade. Ele é indicado para cabelos secos, tingidos e danificados e acredito que seja uma ótima opção para quem precisa de shampoo hidratante e ainda não se adaptou a shampoos sem sulfato. Ah, e eu senti falta de uma válvula pump para evitar o desperdício na hora de aplicar.


A sombra iluminadora da Bioart em pó tem composição natural e mineral. A cor é meio champagne/pêssego com brilhos dourados. O brilho é discreto na pálpebra e quando misturada com a base, dá um "glow" lindo na pele.

Sombra aplicada com pincel umedecido com água para dar efeito metalizado

Sem flash - aplicada sobre primer
Com flash

Eu gosto muito de maquiagem mineral e sempre comprei de marcas internacionais (Silk Naturals, Concrete Minerals etc) e fico muito feliz de ver que existem opções nacionais.

O produto que eu menos gostei foi o shower gel da Vyvedas. A consistência é boa e ele limpa direitinho a pele do corpo sem ressecar, mas pessoalmente eu não curto perfumes amadeirados nem de óleo essencial de Ylang Ylang. Para quem evita substâncias polêmicas, ele também contém 3 tipos de parabenos.


O esfoliante da Arte dos Aromas é suave e deixa a pele muito macia, podendo ser usado por quem possui pele sensível. Mas na minha pele eu ainda prefiro o efeito do esfoliante caseiro de açúcar, óleo de coco e óleo essencial de hortelã que mostrei a receita aqui.

Já o condicionador de castanha eu gostei da consistência e da composição. Eu uso ele junto com uma máscara de hidratação ou reconstrução, porque ele sozinho não consegue deixar as pontas do cabelo (que são descoloridas e danificadas) totalmente hidratadas. Mas acredito que para cabelos normais ele seja o suficiente.



O preço atual promocional da assinatura é R$72 mais o frete.

No geral eu gostei muito da seleção dos produtos (4 produtos full size, 1 miniatura e 1 acessório para casa) e, como a Vitória calculou neste post, o preço final dos produtos compensa o investimento mensal.

Site: http://sublimerituais.com.br/ (a vela de massagem vendida no site da Arte dos Aromas não é vegana porque contém cera de abelha).

Facebook: https://www.facebook.com/sublimerituais

quarta-feira, 24 de julho de 2013

Primer Facial da Bioart


Fico tão empolgada de ver marcas nacionais de maquiagem mineral/natural com opções veganas surgindo! Conheci a Bioart num stand da feira Natural Tech e gostei muito do que vi. A marca oferece além dos sabonetes, sombras minerais, blushes e pó solto, além de um primer facial. Todos esses produtos são veganos. As máscaras e os glosses contém cera de abelha. Parece que há projetos de que sejam lançados outros produtos como bases e corretivos. Oremos!

A marca utiliza a argila (kaolin) na maioria de seus produtos, além de matéria prima mineral (mica etc).

Fiquei me segurando pra não comprar quase tudo! Como não tinha nenhum primer facial, me interessei pela argila na composição e pela proposta de disfarçar os poros e aumentar a duração da maquiagem. Tem também o apelo de suavizar linhas de expressão, mas apesar de eu estar quase na casa dos 30, ainda não tenho ruguinhas, por isso não tenho opinião formada quanto a isso.

Aproveitei que aqui fez um calor digno de verão (31 graus) para chegar a uma conclusão, já que no frio todos os produtos desempenham melhor. Vale lembrar que a minha pele é mista/oleosa.

O cheiro é agradável e muito suave. A textura é fina e forma uma película invisível. Não fica aquele branco fantasma no rosto como ocorre com certos primers.


É possível notar que disfarça bem os poros e a pele fica sequinha, pronta para que a maquiagem deslize melhor.

Tirei fotos da bochecha, na região próxima ao nariz, que é onde os meus poros são mais dilatados.

Sem nada na pele:
Não reparem na cratera de catapora! haha

Com uma camadinha de primer:


Com a base da Honeybee Gardens:


Depois de umas 8 horas:


A iluminação da última foto é diferente das outras porque estava de noite, mas minhas impressões são as seguintes:

- Disfarça poros e não os obstrui
- Disfarça a oleosidade
- Melhora o aspecto da pele
- Melhora o desempenho da base, principalmente na aplicação

Mas:

- Não segura a oleosidade da pele por muito tempo
- Aumenta a duração da maquiagem, mas não por tempo considerável
- Não possui filtro solar

Acredito que esses fatores possam ser contornáveis com uma aplicação de pó durante o dia.

No geral, considero um bom produto e ainda conta com o diferencial de possuir ingredientes mais naturais. Seria excelente se possuísse um fator de proteção solar. Mas também não vejo muitos primers por aí com FPS.

Paguei uns 50 reais na feira e é vendido na Loja Belverde por R$58 (vem 30 ml).


Composição: Aqua, Tapioca Starch, Cocos Nucidera Oil/Glycine Soja Oil, Citrus Aurantium Bergamia Fruit Extract/Aniba Rosarosa, Sorbitan Olivate, Ethylhexyl Olivate, Heptyl Undecylenate, Propanediol, Argilla/Kaolin, Cetyl Alcohol, Sorbitan Palmitate, Olive Oil Peg-7, Mica CI77019/CI 77891/CI77861, Glyceryl Caprylate, Tocopherol, EDTA.