Mostrando postagens com marcador Cuidados Faciais. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Cuidados Faciais. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 12 de fevereiro de 2016

Comparação | Tee Tree Water da Lush x Hidrolato da Herbia


Algumas pessoas podem estar pensando: "Eliana, você está comparando laranja com abacaxi!", mas como pode ser observado ao longo do post, a comparação é válida porque a proposta destes produtos é similar, ambos são pautados na aromaterapia e a comparação pode ajudar quem está indeciso.


Primeiro, vamos à descrição de cada um:


"A Água Floral Orgânica Herbia de Tea Tree tem excelente propriedade antisséptica. É indicado para tratar peles oleosas e com acne, pois tem efeito cicatrizante e revigorante. Pode ser usado na limpeza de pele, alívio de queimaduras, tratamento de lesões e infecções gerais como micose ou herpes. Cabelos oleosos e com caspa, também podem ser lavados com a água floral."

Preço: R$27,90 (200 ml)


"É adstringente e auxilia na emoliência da pele, diminuindo a oleosidade e estimulando a circulação. É um grande aliado para esteticistas no momento de extração de cravos e acnes, substituindo emolientes sintéticos e químicos. No ambiente pode ser borrifado para relaxamento da mente e indução do sono. Borrifar no travesseiro antes de dormir garante uma noite de sono mais tranquila."

Preço: R$27,90 (200 ml) 




"Mantenha a pele limpa e refrescada. O tea tree possui propriedades antibacterianas, antifúngicas e antimicrobianas, que ajudam a afastar as bactérias causadoras das acnes. A toranja é rica em vitaminas e também funciona como um adstringente leve, enquanto o junípero é antisséptico e ajuda a conservar a pele limpa e revigorada. Use a qualquer hora do dia para manter a pele renovada ou use na limpeza facial e na remoção da maquiagem."

Preço: R$66,50 (250g) ou R$33,20 (100g)



Como eu tenho usado:

1) Como "água termal"
Tem feito muito calor e a minha pele fica oleosa ao longo do dia. O ideal seria poder lavar o rosto e reaplicar protetor solar e maquiagem. Na prática, a maquiagem permanece no meu rosto por mais de 8 horas por dia. Nesse meio tempo, borrifo diretamente no rosto, espero secar mas sem esfregar, como se fosse uma água termal. Dessa forma, devido às características antibacterianas do tea tree, ambos os produtos evitam a formação de cravos e espinhas e deixam a pele mais "fresquinha", sem precisar retocar o pó, que no caso não beneficiaria a pele em nada, apenas daria efeito matificante.

2) Como tônico
Após a limpeza da pele com sabonete, aplico em um algodãozinho no rosto, fazendo movimentos circulares. Embora ambos sejam destinados a essa função, na minha pele nenhum deles foi suficiente para controlar a oleosidade e evitar o aparecimento de cravos e espinhas. Eu preciso de algo mais potente. Nesse caso, o que funciona melhor pra mim é misturar no algodão/toalhinha: vinagre de maçã + 3 borrifadas do hidrolato ou tônico da Lush. O cheiro não é dos melhores, mas essa combinação é excelente para a minha pele.

3) Refrescar o corpo
No final do dia, tenho usado no pescoço e no colo para refrescar e sinto que tanto os hidrolatos como o toner da Lush conseguem refrescar e "desinfetar" a pele. Eu gosto dessa sensação de refrescância que ambos dão.

4) Misturar no desodorante de cristal
Ao invés de molhar a pedra hume (desodorante de cristal de alúmen de potássio) com água apenas, borrifo com o hidrolato na pedra antes de passar nas axilas. Como o tea tree tem propriedades antissépticas, ele melhora um pouco a eficácia do cristal como desodorante.


Cheiro:
Nenhum deles é super forte nem super cheiroso. Ambos são suaves e lembram bastante o tea tree, que não é muito bom como a lavanda ou a rosa, na minha opinião.


Considerações finais:

Na minha opinião, são dispensáveis na rotina de cuidados faciais e eu vejo estes produtos mais como frescurinhas que possuem suas vantagens e facilidades. O ideal seria tomar banho e lavar o rosto com mais frequência, mas na prática nem sempre é possível e esses produtos ajudam no calor, principalmente quem tem a pele propensa à acne e transpira bastante.

O toner da Lush é água com adição de óleos essenciais, contém perfume e parabeno, enquanto o hidrolato é o resíduo da produção de óleos essenciais, acrescido de preservativos sintéticos não possivelmente tóxicos: benzoic acid e dehydroacetic acid. Na prática, quem tem mais experiência com óleos essenciais teria como fazer um DIY do toner da Lush caseiro (OE de Junípero + Grapefruit + tea tree diluídos em água. Como não vai ter conservante, a validade será reduzida), mas o hidrolato não teria como fazer. Além disso, o preço do hidrolato da Herbia é mais convidativo que o da Lush.

Obs: nem todo hidrolato é igual. Já testei os hidrolatos da Bioessência e continuo preferindo os da Herbia.

Obs: existem outras comparações que podem ser feitas com o Eau Roma Water da Lush e os hidrolatos de rosa e lavanda, por exemplo, mas eles funcionam melhor em peles sensíveis e normais/secas, que não é o meu caso.

segunda-feira, 25 de janeiro de 2016

Top 6 sabonetes veganos para peles oleosas

Desde a minha adolescência eu tenho usado toneladas de produtos no rosto recomendados por dermatologistas ou comprados por conta própria porque me incomodo profundamente com a minha pele oleosa. Uma das coisas que eu aprendi nesse processo é: se possível, afastar dos produtos de farmácia, mesmo os considerados cruelty free e veganos voltados para peles acneicas e oleosas (a não ser que tenha um problema mais grave). Isso porque a maioria deles retira excessivamente a oleosidade da pele e contém substâncias agressivas para peles mais sensíveis, o que acaba piorando a situação, como ressecamento excessivo em certas áreas do rosto e efeito rebote em outras. Além disso, alguns sabonetes de farmácia contém triclosan e substâncias que podem gerar superbactérias resistentes a bactericidas. Veja mais aqui e aqui

Outra coisa que considero importante é aprender sobre a própria pele, o que agrava e o que funciona melhor. No meu caso, eu sei que a alimentação não interfere, mas passar por períodos estressantes aumenta consideravelmente a oleosidade e o aparecimento de cravos e espinhas. Como é praticamente impossível não passar por momentos estressantes, sinto que é possível contornar a piora da condição da pele com uso tópico de certos produtos.

O melhor tônico da vida para mim é o vinagre misturado com água e óleos essenciais de tea tree e hortelã (já falei aqui). Outra coisa que melhora a vida é a máscara de argila pelo menos 2 vezes por semana no verão. E claro, escolher um bom sabonete para limpeza diária também é super importante.

Todos esses sabonetes citados abaixo deram certo comigo. Eles não sugam a oleosidade da pele excessivamente, mas limpam com eficácia e possuem propriedades antibacterianas (devido à presença de óleos essenciais). Eu prefiro os sabonetes em barra porque são mais baratos e duram bem mais que os líquidos. 


1. Argila Verde da Arte dos Aromas





Apesar de estar indicado para ser usado no corpo, eu uso no rosto. Já usei antes algumas vezes no passado e como estamos no verão, tem sido meu preferido no momento. Uso 2 vezes por dia e tenho percebido que a minha pele mais regulada, tem aparecido menos cravos e ao mesmo tempo não está ressecada. Ele faz uma limpeza profunda, remove toda a maquiagem sem dar efeito rebote. O cheiro também é bem suave e agradável - ele possui óleos essenciais de hortelã, lavanda e capim limão. Outro aspecto positivo é que ele não derrete facilmente e dura uns dois meses em saboneteira que drena. Preço: R$14,00 na loja Capym Store


2. Coal Face da Lush

Esse sabonete é um best seller da Lush e não é à toa. A presença do carvão remove impurezas da pele e faz uma leve esfoliação. Ele também remove a oleosidade da pele sem ressecar. Eu noto que ele seca espinhas mais rapidamente. Dura meses se guardado em saboneteira que drena. Os pontos negativos são a presença de sulfato na composição (que pode causar alergia, irritação e ressecamento em certas pessoas) e o preço salgadinho. Tem resenha dele nesse post. Preço: R$41,80 por 100 g.



3. Antiacne da Granado


Ele não é exatamente o melhor em termos de composição, mas é um produto acessível e pode ser encontrado facilmente em caso de não ter acesso a algum desses outros sabonetes. O cheiro dele não é dos melhores (o enxofre é pronunciado), mas eu noto que seca espinhas e machucadinhos muito mais rápido. Por isso ele é mais indicado para quem sofre com espinhas. Ele faz uma limpeza profunda mas senti que resseca um pouco a pele, por isso não pode descuidar da hidratação depois da limpeza. Preço: R$9,50 na loja virtual ou em farmácias.


4. Parsley Porridge da Lush


Eu recebi uma amostra dele em uma compra no site da Lush e logo de cara já gostei da composição: não possui sulfato, contém aloe vera, glicerina, óleo essencial de tea tree (bactericida "do bem"), aveia, salsinha e mais vários extratos vegetais. O cheiro do tea tree, do grapefruit e ervas estão bem pronunciados nesse sabonete que não tem o melhor dos perfumes. Ele vem com umas bolotinhas brancas de aloe vera, óleo de coco e farelo de aveia que hidratam a pele. Dessa lista, este é o sabonete mais hidratante de todos. É provável que quem possui a pele mista e/ou sensível se adapte bem a ele. Preço: R$30 por 100 g.

Ingredientes: Tea Tree Infusion, Rapeseed Oil and Coconut Oil, Glycerine, Sorbitol, Fresh Aloe Gel, Water (Aqua), Fresh Parsley, Fine Ground Oatmeal, Thyme Oil, Sandalwood Oil, Grapefruit Oil, Tea Tree Oil, Titanium Dioxide, Sodium Chloride, Chlorophyllin, Limonene, Geraniol, Farnesol, Linalool, Perfume, EDTA, Tetrasodium Etidronate, Sodium Hydroxide.


5. Argila da Boa Saboaria



O sabonete de argila verde da Boa Saboaria tem o melhor perfume de todos esses da lista, devido aos vários óleos essenciais na composição (limão siciliano, eucalipto, petit grain e cedro). Ele pode ser usado tanto no corpo quanto no rosto e não provoca ressecamento da pele. Comentei mais sobre ele nessa resenha. Preço: R$20,90 na loja da Sublime ou na loja virtual da Boa Saboaria Natural.


6. Argila Vermelha da Reserva Folio




Geralmente os sabonetes com argila (procure na composição por "kaolin" ou "kaolin clay") são muito eficazes para remover impurezas, estimular a circulação sanguínea e regular a oleosidade da pele. As argilas mais eficazes para peles oleosas são a verde e a vermelha. No caso desse sabonete, que é bastante adstringente, além da argila vermelha, ele contém também aloe vera e óleos de macadâmia, palma e babaçu, que ajudam a evitar o ressecamento da pele. E o cheiro é muito bom! Algumas pessoas usam esse sabonete até no cabelo, como a Michele do blog Tantas Plantas. Eu ainda não criei coragem por medo de ressecar. Obs: o sabonete de argila verde da Reserva Folio não é vegano porque contém própolis. Preço: R$14,70 por 90 g (possui certificação de orgânico do IBD)


Posts úteis:
http://belezavegan.blogspot.com.br/2013/10/resenha-hidrolato-de-tea-tree-da-herbia.html
http://belezavegan.blogspot.com.br/2014/03/5-opcoes-veganas-de-secativos-de.html
http://belezavegan.blogspot.com.br/2014/07/diy-hidratante-facial-para-peles.html
http://belezavegan.blogspot.com.br/2013/09/receita-diy-tonico-vegano-caseiro-para.html

quarta-feira, 25 de novembro de 2015

Resenha | Protetor solar Normalize Matte da Ada Tina (peles oleosas)


Um dos produtos que mais me pedem sugestão é de protetor solar vegano para pele oleosa. E não é por menos: a maioria das marcas de protetores solares de farmácia (talvez todas) são de empresas que testam em animais, como Nivea, La Roche-Posay, L'Oreal, Roc (Minesol), Vichy, Neutrogena, entre outras. No entanto, é possível encontrar os protetores da Ada Tina em algumas farmácias e em várias lojas virtuais.

A Ada Tina é uma empresa italiana de dermocosméticos e possui grande parte dos produtos isentos de ingredientes de origem anima (confira aqui quais são veganos de acordo com a resposta do SAC). Recentemente ela lançou uma campanha, a "#Never Tested", na qual alega nunca ter testado em animais, além de não vender na China (onde os testes em animais são exigidos por lei). O vídeo da campanha da Ada Tina Brasil pode ser conferido abaixo:




Eu decidi comprar o protetor solar por aqui porque ultimamente tem ficado super difícil importar (leia-se: dólar nas alturas + taxas absurdas de importação). Aproveitei que achei numa promoção na Época Cosméticos por R$75 (que infelizmente já acabou). Escolhi o fator 50 porque tenho tomado mais sol em horários perigosos (minha vitamina D despencou no inverno). Além disso, sou bem clara e tenho históricos de câncer de pele na família. Mas existe o fator 25 também e é um pouco mais barato.

O Normalize Matte é indicado para peles oleosas e a proposta é manter a pele sequinha sem aquela sensação desconfortável de protetor solar oleoso, principalmente no calor e com tempo úmido. 

Ele tem a textura densa e cremosa, mas é rapidamente absorvido pela pele. Coisa de segundos. Por isso, a dica é passar no rosto aos poucos, usando pequenas quantidades de cada vez. Uma bolinha do tamanho de uma ervilha é o suficiente para todo o rosto. 



A pele fica matificada logo após aplicar o protetor, mas ao longo do dia a oleosidade da pele aparece normalmente, um pouco menos se eu aplico um pó depois. A grande diferença dele para os outros é que não parece que acabei de passar protetor solar no rosto, já que ele não deixa resíduo pegajoso e melequento. Não aconteceu de obstruir os meus poros como já aconteceu com alguns protetores. E eu também não notei a pele esbranquiçada.

Outra vantagem dele é o cheiro, que é super suave.

De uma forma geral, não tenho nada a reclamar dele e estou bastante satisfeita. Talvez acho que ele poderia deixar a pele sequinha por mais horas. Mas aí já é pedir demais.

Os ingredientes não são muito naturais, mas não contém Oxybenzone (ou Benzophenone-3), que é uma substância responsável por causar impactos negativos em organismos marinhos (Fonte).

Composição:

 Methylene Bis-Benzotriazolyl Tetramethylbutylphenol, Bis-Ethylhexyloxyphenol Methoxyphenyl Triazine, Titanium Dioxide, Hydrated Silica, Dimethicone/Methicone Copolymer, Aluminum Hydroxide, Ethylhexyl Triazone, Ethylhexyl Methoxycinnamate, Butylene Glycol Cocoate, Dicaprylyl Carbonate, Bisabolol, Tocopheryl Acetate, Diethylamino Hydroxybenzoyl Hexyl Benzoate, Acrylates/C10-30 Alkyl Acrylate Crosspolymer, Sodium Hydroxide, Hydroxyethylcellulose, Citrullus Vulgaris (Watermelon) Fruit Extract, Tribehenin Peg-20 Esters, Methylisothiazolinone, Phenoxyethanol, Pentaerythrityl Tetra-Di-T-Butyl Hydroxyhydrocinnamate, Disodium Edta, Aqua, Aluminum Starch Octenylsuccinate, Ethoxydiglycol, Silica, Xylitylglucoside, Anhydroxylitol, Xylitol.


Ele pode ser encontrado em algumas lojas físicas (lista no site) e em lojas virtuais como Época Cosméticos, Beleza na Web e na loja virtual da Ada Tina.

terça-feira, 17 de fevereiro de 2015

Sabonete facial de carvão - Coal Face da Lush



A resenha hoje é de um produto muito querido, que faz gosto de divulgar aqui no blog.

O Coal Face é um sabonete facial de carvão vegetal cuja função é limpar profundamente peles mistas e oleosas, sem ressecar. Segundo o site da Lush:
"O carvão em pó absorve o excesso de oleosidade e atua como um esfoliante suave, enquanto os óleos essenciais de pau-rosa e sândalo reduzem a vermelhidão e clareiam manchas."
Comprei 160 gramas em setembro do ano passado e durou até meados de janeiro desse ano (4 meses). Até comprar uma nova barra, fiquei alguns dias usando um outro sabonete (Dr. Bronner's) e notei que a minha pele não estava tão boa quanto antes. E essa percepção de pele "boa" eu quero dizer: pele menos oleosa, mais clara e com menos cravos e espinhas. E as eventuais cicatrizes de cravos espremidos secavam e sumiam mais rápido. A presença de glicerina e óleo de coco e uva, por outro lado, não deixam a pele ressecar.

Nesse mês eu comprei o sabonete novamente e pude realmente notar como minha pele fica melhor com ele.

O perfume do sabonete é neutro e suave, por isso não espere um perfume forte e maravilhoso como normalmente tem os sabonetes da Lush.


Como eu uso: Antes de usar eu corto um pedaço do sabonete em uma barrinha menor e guardo o restante. Isso fará com que se economize produto. Ao acordar, molho essa barrinha menor, faço espuma com as mãos e aplico no rosto úmido fazendo movimentos circulares. Ele possui partículas bem pequenas de carvão que esfoliam levemente a pele. Deixo a espuma agir na pele por um minuto e enxáguo. Se sentir que ainda há resíduos de sujeira, oleosidade ou maquiagem, reaplico. Em seguida seco o rosto e aplico o meu tônico caseiro de vinagre (receita aqui) e hidrato com o creme 24 horas da Alva (resenha aqui). Repito o processo antes de dormir.



Ele não é um sabonete muito barato, mas se você tem pele oleosa ou mista, está insatisfeita com o sabonete que usa atualmente e já tentou os sabonetes de argila, acredito que vale a pena testar o Coal Face.

Ingredientes: Liquorice Root Decoction (Glycyrrhiza glabra), Propylene Glycol, Rapeseed Oil, Coconut Oil (Brassica napus; Cocos nucifera), Water (Aqua), Fragrance, Sodium Stearate, Sodium Hydroxide, Sodium Lauryl Sulfate, Powdered Charcoal, Sandalwood Oil (Santalum austro-caledonicum vieill and Fusanus spicatus), Rosewood Oil (Aniba rosaeordora), Glycerine, Sodium Chloride, EDTA, Tetrasodium Etidronate, *Farnesol, *Geraniol,*Linalool, Silver Lustre (Potassium silicate, Titanium dioxide, Iron oxides and Iron hydroxides).

Preço: R$38 por 100g no site da Lush.

Obs: Não tem no site a opção de venda dele, mas acredito que esteja em estoque logo. Quem estiver em São Paulo pode comprar nas lojas físicas.

sábado, 27 de dezembro de 2014

Creme Sensitive 24 horas da Alva


Muitas pessoas me pedem dicas de cremes anti-idade veganos, mas como não tenho muita experiência com esse tipo de produto, nunca soube como funcionavam na pele. Já tinha usado vitamina C e um creme noturno da Weleda, os quais eu considerava ok até então. No entanto, daqui a 3 meses eu faço 30 anos (*Screaming emoji*) e achei que essa era uma boa idade para começar a usar cremes mais potentes para prevenir linhas de expressão e recuperar os estragos na pele causados pelas noites mal dormidas e anos de exposição ao sol sem protetor solar.

O creme de hidratação 24 horas da linha Sensitive da Alva contém como ativos o Ácido Hialurônico, o Beta-Glucan e a Vitamina E. Esses ativos são antioxidantes potentes, cheios de benefícios para a pele, principalmente as sensíveis com tendência a irritação e rosácea. Esses oxidantes são os responsáveis por proteger a pele contra os radicais livres que causam rugas, conforme as referências científicas dos links. Além disso, há óleos vegetais de açaí, argan, babaçu e semente de uva. Eles também possuem propriedades antioxidantes e retém a hidratação da pele por mais tempo. Os ingredientes são 100% naturais e 13% deles são orgânicos certificados pela Ecocert.

Composição (INCI): Aqua, Isoamyl Laurate, Argania Spinosa Kernel Oil*, Vitis Vinifera Seed Oil*, Orbignya Oleifera Seed Oil*, Glyceryl Stearate Citrate, Cetearyl Alcohol, Euterpe Oleracea Fruit Oil*, Yeast Polysaccharide, Tocopherol, Sodium Hyaluronate, Galactoarabinan, Glyceryl Caprylate, Citric Acid, Xanthan Gum, Parfum, Sodium Phytate.

Todos os produtos da Alva possuem os selinhos de que não testa em animais e a linha Sensitive da Alva é totalmente vegana, isenta de ingredientes de origem animal.


O cheiro desse creme é extremamente agradável, mas bem fraquinho. 

A textura é cremosa, leve e fácil de espalhar. Uso só um pouquinho na pontinha da espátula e já é o suficiente para o rosto todo e pescoço. Vem 50 g de produto e rende bastante. A embalagem é super bonita!


O creme 24 horas é rapidamente absorvido pela pele e não deixa a sensação de pele oleosa ou pegajosa.

Depois de algum tempo de uso, aplicando antes de dormir e às vezes depois de acordar, percebo que a minha pele está mais hidratada, mais saudável e com acabamento acetinado. As "casquinhas" de ressecamento ao redor do queixo simplesmente sumiram!

Ao acordar, percebo que a minha pele está um pouco mais oleosa na zona T (tenho pele mista/oleosa na zona T), mas não obstrui meus poros. Mesmo assim, evito passar o creme na região do nariz e concentro na região dos olhos e ao redor da boca. Noto também um aspecto mais uniforme no restante do rosto, uma leve sensação de clareamento e uma pele mais esticadinha. 

Em peles secas e maduras, recomenda-se também o uso do óleo anti-estresse da Alva, que é um concentrado de óleos de Argan, Amêndoas, Açaí e Sea Buckthorn. Em peles jovens e mais oleosas, há a opção do Hydrogel, que é um sérum de hidratação em gel mais levinho.

Ele não é muito barato, mas comparando com outros produtos antienvelhecimento, acho o preço justo, tendo em vista que se trata de um produto orgânico e importado, cheio de ativos potentes que são comprovadamente eficazes. Bastam 5 minutos na Sephora para perceber que cremes anti-idades em geral custam muito mais caros e a maioria, infelizmente, são de marcas que testam em animais. Portanto, quem procura por um creme vegano de ótima qualidade para peles ressecadas, maduras e para evitar o envelhecimento precoce, vale a pena experimentar esse creme.

A loja Men's Market enviou o creme para teste. Quem se interessar, na loja virtual Men's Market o creme de hidratação facial 24 horas custa R$159,90 com frete grátis para todo o Brasil, pode ser dividido em 5x sem juros e a primeira compra no site tem desconto de 10 reais. A loja é confiável e o atendimento pós venda é super tranquilo.



sexta-feira, 6 de junho de 2014

Resenha | Gel facial hidratante antioleosidade da Granado


Eu gosto muito dos produtos da Phebo e da Granado e sempre que dá eu passo na loja que tem aqui no Pátio Savassi em BH e compro sabonetes mils (em barra, líquido, pros dogs etc).

Segundo o SAC da Phebo/Granado, nem todos os produtos são isentos de ingredientes de origem animal. Alguns contém lanolina, cera alba, carmin ou seda. Mas as bases dos sabonetes são vegetais (não contém sebo) e se não tiver nenhum desses ingredientes no rótulo, então quer dizer que o produto é vegano. É o caso desse gel hidratante que promete controlar a oleosidade da pele.

Ele faz parte da linha Granaderma, composta por sabonetes e tônico adstringente. De acordo com o rótulo: o gel facial tem formulação enriquecida com vitaminas do Complexo B, aminoácidos e um ativo derivado da ureia. Promete hidratação efetiva e rápida absorção, sem deixar a pele com aspecto pegajoso ou com brilho. Auxilia na prevenção da acne e reduz o tamanho dos poros. Não contém parabenos, fragrância ou corantes.

Composição:


Dá pra ver que ele possui alguns silicones na fórmula (dimethicone, cyclopentasiloxane etc). O silicone é um ingrediente polêmico, alguns amam, outros abominam. Eu acredito que depende bastante da forma com que cada pele reage a ele. É possível que alguns tipos de pele mais sensíveis possam não se adaptar e até formar cravos e espinhas, enquanto em outras, não faça diferença. Eu não tenho nada contra, mas não costumo basear meus produtos faciais em silicones. Antes de dormir eu uso óleos vegetais no rosto como hidratante e durante o dia e para sair à noite tenho usado esse gel antes da maquiagem mineral. O que acontece é que o silicone, por possuir uma estrutura molecular grande, forma uma barreira na pele, não deixando que a oleosidade fique aparente e por isso mantém a pele hidratada. Ou seja, se a pele estiver suja antes da aplicação do silicone, é provável que a sujeira fique mais retida na superfície da pele, podendo criar cravos e espinhas. Por isso é importante que a pele esteja limpa e tonificada antes de aplicar qualquer produto com silicones na fórmula. Por outro lado, o espaço entre as moléculas é grande o suficiente para deixar a pele "respirar".

Além disso, silicones são capazes de disfarçar a aparência de cicatrizes e linhas de expressão (efeito Cinderela e sai depois que lava), faz com que a maquiagem tenha um aspecto mais sedoso e uniforme, podendo funcionar como primer, já que aumenta a duração da maquiagem. Para quem quiser saber mais, recomendo essa explicação aqui.

Voltando ao produto, achei que a pele fica mais sequinha por mais tempo na zona T, não obstruiu os meus poros e segurou a maquiagem por um pouco mais que o normal. Depois de umas 8 horas, eu não senti a pele do rosto oleosa como sentia quando não aplicava nada. Tiveram dias que eu esqueci de lavar o rosto assim que eu chegava em casa (+10 h depois) e eu senti que surgiram cravinhos ao redor do nariz. A dica é não deixar muito tempo na pele sem lavar.

É importante lembrar que o tempo não está tão quente e eu não sei como será a reação no verão e em tempo úmido. Espero voltar aqui e atualizar o post!

O disfarce de poros é bastante sutil:

Antes e depois
(Não se assustem com a cratera! É uma cicatriz tosca de catapora.)

Gostei da embalagem e da válvula pump. Sai bem pouquinho e eu uso umas 4 bolinhas dessa no rosto inteiro.


Obs: eu já usei produtos similares no passado, como o Pore Minimizer da Clinique (que não é cruelty free mais) e achei o resultado do controle de oleosidade parecido.

Preço: R$28,50 e dá para comprar em lojas físicas ou no site da Granado.

terça-feira, 6 de maio de 2014

Sabonete Líquido Força da Terra

Como estou muito satisfeita com a minha pele atualmente e acredito que o conjunto dos produtos que venho usando estão ajudando nessa melhora (minha alimentação continua a mesma e nunca interferiu na minha pele), vou compartilhar aqui a rotina de produtos que tenho usado nos últimos tempos, a começar pelo sabonete líquido.


Um dos sabonetes é de argila verde e o outro é de argila e copaíba. O de argila verde é o mais adstringente e eu uso quando a pele está mais oleosa e para retirar maquiagem. O de copaíba é mais suave, cremoso e hidratante. Eu prefiro usá-lo ao acordar ou quando a pele não está muito oleosa, principalmente quando o tempo está mais frio e a pele está sensível.


A Força da Terra possui alguns produtos veganos, mas os sabonetes em barra contém sebo, portanto é preciso ler os ingredientes. Eu entrei em contato com o SAC da empresa e a funcionária me informou que futuramente serão lançados sabonetes em barra sem sebo. No caso desse sabonete líquido, o rótulo diz que não contém ingredientes de origem animal e não há nenhum ingrediente suspeito.

Apesar de alegarem não ter essência, eles possuem sim fragrância na composição e um cheiro bem suave.




Eu comprei no Mundo Verde por cerca de R$16 cada. Vende também na Natue e na loja virtual da Força da Terra.

quarta-feira, 30 de abril de 2014

Produtos anti-idade veganos

Como muitas me perguntam sobre produtos anti-rugas veganos, resolvi montar uma listinha com algumas opções nacionais. Em um outro post, farei com importados. 

Eu tenho a impressão de que boa parte dos testes em animais realizados no Brasil para fins cosméticos são feitos em produtos desse tipo (dermocosméticos), já que há uma demanda alta e ainda não se tem muita certeza de ingredientes que funcionam efetivamente para diminuir e amenizar a aparência de rugas. Além disso, eles possuem registro grau 2 na Anvisa, ou seja, são classificados como cosméticos, porém precisam de comprovação científica de seus efeitos e segurança. Eles são produtos intermediários entre medicamentos e cosméticos. Muitos deles podem ser testados em animais, como é o caso da Vichy e La Roche-Posay (do grupo L’Oréal), RóC (da Johnson), Eucerin (da Aché) etc.

Com exceção do anti-aging da Ikove, ainda não testei nenhum destes da lista e infelizmente não sei se são bons para qual tipo de pele e/ou se fazem efeitos significativos. Como os preços desse tipo de produto costumam ser mais altos, recomendo dar uma analisada em várias resenhas.


- Ikove: Serum Facial Anti-Aging Açaí (R$87). Minha mãe tem usado ele, mas segundo palavras dela: "é bom, mas não é maravilhoso". Eu achei muito oleoso para minha pele (e encheu de cravos) e o cheiro não é dos melhores.

- Weleda: Serum firmador de romã (R$136) | Creme firmador de romã para o dia (R$109) | Creme firmador de romã para a noite (R$114,90)Creme Firmador de Romã para a Região dos Olhos (R$109,90)
*Para saber quais produtos da Weleda são veganos clique aqui.

- Cativa Natureza: Serum Facial Maria da Selva com Artemísia, Oliva e Mulateiro (R$43)

- Granado: Loção facial Hidra C (R$80)

- Dermage: Improve C 20 (R$153,80)
* Nem todo produto da Dermage é vegano.

- Alva: Creme 24 horas (R$163,81)

- Multivegetal: Creme Facial Frutas e Ervas (R$38)


Alguém já usou algum desses? Conhece um anti-aging vegano bacana?

segunda-feira, 10 de março de 2014

5 Opções de secativos de espinhas

Nada melhor que acordar e perceber que ganhou de presente uma espinha nova no rosto... só que não. Principalmente na tpm, quando a pele fica mais propensa a ter espinhas, o jeito é saber lidar com elas e tentar diminuir a inflamação. Se você também achou que iria sair da adolescência e ter pele boa, toca aqui. Obrigada, hormônios!

Estas são as opções veganas de secativos de espinhas que dão certo pra mim:




1. Óleo essencial de Tea Tree (Melaleuca)

Aplique uma gota do OE de tea tree na ponta de um cotonete, passe na região da espinha e deixe agir antes de dormir. Reaplique depois de lavar o rosto. Já falei sobre os estudos científicos a respeito do óleo essencial de tea tree no tratamento da acne, como esseesseesse e esse.


2. Argila verde

Faça uma máscara com argila verde + água ou argila verde + hidrolato de tea tree ou argila verde + água e vinagre de maçã e deixe agir no rosto por 20 a 30 minutos. Depois retire com água e não se esqueça de hidratar o rosto para evitar o efeito rebote (produção de oleosidade excessiva da pele).


3. Pasta d'água

É possível encontrar a pasta d'água facilmente em farmácias. A da Farmax é livre de ingredientes de origem animal e é uma empresa que não testa em animais. Aplique uma camada na região da espinha antes de dormir e lave ao acordar. O óxido de zinco acelera a cicatrização sem deixar a pele muito ressecada.


4. Zit Zapper da Elf

Contém ácido salicílico, tea tree e hamamélis, que são ótimos ingredientes para secar e diminuir a inflamação da espinha. Aplique na região da espinha e espere secar (cerca de alguns segundos). Depois reaplique uma segunda camada antes de dormir. Lave ao acordar.
Obs: use somente na região da espinha ou em áreas oleosas da pele. Em mim ressecou demais a área ao redor do nariz.


5. Sabonete antiacne da Granado

Contém ácido salicílico e enxofre. Estou usando nas costas porque surgiram algumas espinhas ultimamente (suspeito que seja o protetor solar ou o bronzeador). Dá uma ressecada boa na pele, mas pelo menos as danadas viraram casquinha e cicatrizaram rápido. Vende em farmácias.





* Dicas para evitar o aparecimento de espinhas:

- Mantenha sempre as mãos limpas e evite tocar no rosto

- Limpe o celular com álcool diariamente

- Lave o rosto depois de passar o condicionador ou máscara capilar

- Lave o rosto de 2 a 3 vezes por dia e hidrate em seguida

- Use maquiagem designada ao seu tipo de pele e remova assim que possível

- Pratique exercícios físicos regularmente (aliviam stress)

- Alimente-se de forma saudável

terça-feira, 21 de janeiro de 2014

Protetores solares veganos para peles oleosas


Antes de citar algumas opções veganas, considerei importante explicar a diferença entre os tipos de proteção solar.

O filtro solar tem a função de bloquear os raios UVA, que alcançam a derme (camada interna da pele) e é responsável por deixar a pele bronzeada, e os raios UVB, que atingem a epiderme (a mais externa) e é responsável por deixar a pele avermelhada e auxilia na fabricação da vitamina D. Dependendo da formulação do protetor solar, o bloqueio se dá por meio de uma barreira física (refletindo os raios) ou por atuação química (absorvendo a energia solar e dispersando parte dos raios).

Normalmente os filtros solares com barreira física são mais indicados para crianças, pessoas alérgicas e grávidas devido à ausência de substâncias químicas que entram na circulação sanguínea. Os ingredientes que fazem essa barreira são óxidos inorgânicos como o óxido de ferro (iron oxide) e o dióxido de titânio (titanium dioxide). É muito comum que algumas maquiagens (base e pó facial) possuam esses ingredientes, principalmente as maquiagens minerais.

Os ingredientes que fazem a barreira química são normalmente: Benzofenona 3, Butil-Metoxi- Octildimetil PABA, Gliceril dibenzoil-metano PABA e PABA (ácido p-aminobenzóico). Geralmente oferecem maior proteção aos raios solares e devem ser aplicados 20 minutos antes da exposição. A concentração desses ingredientes deve ser regulamentada já que podem apresentar certo nível de toxicidade ao entrar em contato com a corrente sanguínea. Fonte: http://www.scielo.br/pdf/qn/v30n1/26.pdf


FDA-Approved Sunscreens
Active Ingredient/UV Filter NameRange Covered
UVA1: 340-400 nm
UVA2: 320-340 nm
UVB: 290-320 nm
Barreira Química:
Aminobenzoic acid (PABA)UVB
AvobenzoneUVA1
CinoxateUVB
DioxybenzoneUVB, UVA2
Ecamsule (Mexoryl SX)UVA2
Ensulizole (Phenylbenzimiazole Sulfonic Acid)UVB
HomosalateUVB
Meradimate (Menthyl Anthranilate)UVA2
OctocryleneUVB
Octinoxate (Octyl Methoxycinnamate)UVB
Octisalate ( Octyl Salicylate)UVB
OxybenzoneUVB, UVA2
Padimate OUVB
SulisobenzoneUVB, UVA2
Trolamine SalicylateUVB
Barreira Física:
Titanium DioxideUVB, UVA2
Zinc OxideUVB,UVA2, UVA1

Em peles oleosas, não é recomendável usar o protetor solar corporal no rosto. Geralmente esses produtos possuem substâncias comedogênicas, já que podem aumentar a oleosidade e obstruir os poros, podendo produzir cravos e espinhas. Nesse caso, é preferível usar um protetor solar corporal e um outro protetor solar facial específico para peles oleosas.

Pessoalmente, eu prefiro um protetor solar em pó (solto ou compacto), porque além de geralmente possuir poucos ingredientes na formulação, é muito mais prático poder reaplicar ao longo do dia em cima da maquiagem. Quem preferir BB creams, aqui eu cito alguns que possuem fator de proteção solar.

Apesar de muitas marcas acessíveis na farmácia como Roc, Stiefel, Spectraban, La Roche-Posay, Neutrogena, Johnsons e Nivea testarem em animais, os produtos que eu cito a seguir são algumas opções de protetores solares veganos adequados a peles oleosas:


1. Avène - Emulsão Toque Seco FPS 30 ou 50
É um filtro solar com cor, ou seja, funciona como base também. Indicado para peles oleosas, com acne e sensíveis, já que possui água termal e ingredientes para matificar a pele. Custa R$60 na Dafiti, Kutiz, Onofre ou em farmácias. 

ATUALIZAÇÃO: A AVÈNE COMEÇOU A TESTAR NA CHINA!!

2. Farmax - Pasta d'água
A pasta d'água contém 25% de óxido de zinco, o qual é responsável por fazer uma barreira física na pele. Possui textura grossa, mas é possível misturá-la com uma base antes de aplicar na pele, ou aplicar diretamente no rosto com um hidratante ou óleo vegetal, como explicado aqui. Se aplicado em pouca quantidade, deixa a pele opaca e livre de oleosidade. Custa em torno de R$5 em farmácias.
Obs: segundo o SAC, os produtos da Farmax não são testados em animais e a glicerina utilizada pela empresa é de origem vegetal.

3. Adcos - Pó compacto tonalizante com FPS30
Tem em várias tonalidades e o translúcido. Custa cerca de R$ 90. Ele tem um cheiro de maquiagem de vó, tipo um pancake da Payot. 
Obs: Quanto aos outros protetores da marca, é necessário ler a composição de cada um. A leitora Letícia Rocha deu a dica dos ingredientes de origem animal utilizados pela Adcos, segundo resposta do SAC: Colágeno natural solúvel, Hidrolisado de elastina (solastin EPH), Cera de abelhas, Massa animal de sabonete (adeps bovis, olus oil e sodium hydroxide).

4. Ada Tina - Normalize Matte com FPS25 ou 50
Possui textura leve e deixa a pele sem oleosidade por tempo prolongado e portanto é indicado para quem possui pele mista, oleosa ou com tendência a acne. Custa R$74 e é vendido na loja virtual da marca, na Época e na Kutiz.

5. Forever Living - Aloe Sunscreen com FPS30
À base de aloe vera, possui textura leve e não deixa a pele oleosa. É possível comprar com revendedores (é só balançar uma árvore para encontrar uns 20 deles!). Custa R$47. 
Obs: os ingredientes da Forever estão detalhados nesse documento no qual explica a origem de cada um. Alguns são de origem animal, mas o protetor solar, em específico, não contém ingredientes de origem animal.

Para lista de mais filtros solares veganos clique aqui.

Pepinho se divertindo na praia!

quinta-feira, 16 de janeiro de 2014

Minhas experiências com óleo de maracujá



Não sei se alguém já ouviu falar, mas a Tarte começou a comercializar há algum tempo óleo 100% puro de maracujá. A pontuação do óleo na página da empresa é algo em torno de 4.7/5 e no Makeup Alley 4.4/5. Por ser um óleo puro extraído da Amazônia e exportado para outros países, imaginei que aqui esse óleo seria super conhecido e já consolidado entre os cosméticos brasileiros. Mas não. Aqui não se encontram resenhas de óleo puro da semente de maracujá e quase não se encontra para comprar. É a velha história: "santo de casa não faz milagre". Enquanto as gringas pagam horrores ($46 por 50 ml de óleo) aqui quase ninguém ouviu falar desse óleo brasileiro. Eu mesma só o conheci há pouco tempo.

Ao ler algumas resenhas, soa como um produto milagroso, mas tem como desvantagem o preço de US$46 (parte devido ao glamour da embalagem e da marca) para um produto que tem um ingrediente: óleo de sementes de maracujá (Passiflora edulis). Isso me fez pensar "se eu encontrar um óleo de semente de maracujá não refinado, prensado a frio e que seja orgânico, então o que o da Tarte teria de diferente de outra marca que oferece o mesmo produto?" Fiz uma pesquisa, notei que o óleo poderia ser perfeitamente de outra marca e encontrei o da Bioessência, que é vendido por R$21 para 120 ml de óleo prensado a frio, refinado e com certificado orgânico. Já conhecia os produtos da marca e sabia que eram de boa procedência.

O que diz o site:

"Suas propriedades antioxidantes ajudam a evitar a rancidez nas misturas de óleos para massagem. Contém vitamina A e C, além de vitaminas do complexo B. É rico em minerais como cálcio, fósforo e ferro. Regulador das atividades das glândulas sebáceas. Excelente hidratante e nutriente para a pele, deixando-a revitalizada e macia. Ótimo para peles ressecadas.

Ou seja, é um óleo rico em vitaminas famosas por serem ótimas aliadas contra o envelhecimento da pele e um poderoso anti-inflamatório.

Minhas impressões: 

Eu nunca tinha usado cremes anti-rugas para a região dos olhos, mas por estar quase na casa dos 30, achei que seria interessante começar a hidratar melhor algumas regiões do rosto propensas ao aparecimento de rugas. Não quero gastar rios de dinheiro com produtos que alegam ser anti-rugas (sem nenhuma comprovação científica) então achei que o óleo de maracujá era uma saída simples e eficaz.

O óleo é bem fininho, levinho e é rapidamente absorvido pela pele (mais que o de Jojoba). Possui coloração amarelo claro e um cheiro muito suave de semente de maracujá.

Achei mais prático aplicar no rosto através do frasco de roll on e ainda poder misturar com óleos essenciais. 

Usei por aproximadamente 3 meses algumas gotinhas antes de dormir no rosto inteiro e pela manhã embaixo dos olhos antes da maquiagem mineral. Ao acordar, a pele fica com a impressão de estar mais hidratada e viçosa, mas não faz diferença nas rugas e olheiras (até porque eu ainda não tenho tantas rugas e as olheiras são mínimas), a pele não fica mais "esticadinha" como pode acontecer com certos produtos. A pele também não fica oleosa, mas podem aparecer alguns cravinhos no nariz caso aplique o óleo diretamente nele, por isso procuro evitar a região e lavo o rosto muito bem pela manhã. 


Aplicar embaixo dos olhos antes da maquiagem mineral é ótimo, já que evita o acúmulo de produto nas linhas e a faz deslizar lindamente. Não senti que fez escorrer a maquiagem, mas não recomendo para quem tem a pele muito oleosa ou em dias de muito calor.

No cabelo usei para umectação antes de dormir e lavei na manhã seguinte. Achei que hidrata direitinho, mas não é tão potente como o óleo de coco, abacate ou argan. É semelhante ao óleo de semente de uva e fica legal como leave in também. 

Conclusão:

Se você procura um produto totalmente natural, simples e barato para hidratar a pele e prevenir rugas, esse é o óleo que procura. Hidratação é tudo em termos de prevenção de pele envelhecida. Além disso, nada irá substituir os efeitos de uma alimentação saudável, dormir bem, usar protetor solar e ter uma ingestão de líquidos adequada.

Se busca por um anti-rugas para combater sinais de envelhecimento, talvez seja mais interessante misturar o óleo a um hidratante da sua preferência.

O óleo de rosa mosqueta também pode ser uma ótima escolha para essa finalidade, porém em mim não deu certo, já que surgiram algumas espinhas decorrentes do uso do óleo de rosa mosqueta no rosto. Em algumas pessoas ele pode ou não ser comedogênico, ou seja, só testando para saber o que funciona ou não na sua pele.

terça-feira, 29 de outubro de 2013

Sabonete de argila verde da Cativa Natureza



Recentemente eu aproveitei que estava por perto e fui na loja da Cativa Natureza em São Paulo. Acabei comprando algumas coisinhas, tudo é tão cheiroso e as funcionárias são super solícitas! A Cativa não faz testes em animais, produz cosméticos mais naturais/orgânicos e, segundo a proprietária, os produtos que não são veganos por conterem insumos animais são os que contém própolis e mel como a Linha Pele Oleosa, um dos sabonetes corporais (própolis e mel) e o lip balm com cor que contém lanolina.


Os produtos da Cativa tem certificação do IBD. Para quem não sabe, o IBD e o ECOCERT são certificadoras que proíbem testes em animais e o uso de matérias-primas que levem à morte ou causem danos aos animais, porém ambas autorizam o uso de matérias-primas de origem animal , desde que elas não tragam prejuízos aos animais e não haja substitutos. Sabemos que não existe essa história de "não tragam prejuízos aos animais". A indústria leiteira SEMPRE traz prejuízos aos animais, por exemplo. A morte não é o único "prejuízo". O ideal nesse caso, é ler os ingredientes no rótulo e procurar por ingredientes que podem conter leite, lanolina etc.

Tenho usado de 2-3 vezes por dia o sabonete para peles oleosas com argila verde. Há também outros sabonetes para cada tipo de pele, como o de argila vermelha para pele madura, o amarelo para pele delicada e o de argila branca para peles normais.

A sensação depois de lavar é de pele totalmente sem oleosidade. O sabonete retira mesmo a oleosidade e faz uma limpeza muito profunda. Não acho que minha pele seja mega oleosa, então senti que deu uma ressecada. Experimentei não usar nada em seguida e deu efeito rebote, a pele começou a produzir mais sebo que o normal, mas não senti repuxar. Por essa razão, é imprescindível usar um tônico e um hidratante de qualidade depois. Não acredito que deve dar certo para peles mistas.

Meu namorado também comprou para usar no rosto e gosta muito (ele não é tão chato como eu e tem a pele mais oleosa).

Por enquanto, acho que não vou continuar usando como sabonete diário. Vou guardar para levar em viagens e para quando tiver que levar na bolsa, pela praticidade de ser em barra e pequeno.

A duração é muito boa apesar do tamanho. É só não colocar ele embaixo da torneira por mais tempo que o necessário, que dura bastante. Estou usando há quase 1 mês e nem chegou na metade.

O cheiro é ótimo, lembra erva cidreira e menta, super refrescante.

O sabonete tem 60 g e custou R$16,00.

A composição é excelente:


sexta-feira, 25 de outubro de 2013

Resenha: Hidrolato de Tea Tree da Herbia para peles oleosas e/ou acneicas


Descobri há pouco tempo o que é o hidrolato e vou explicar rapidamente aqui para quem se interessa por produtos naturais e orgânicos. Hidrolatos (também chamados de hydrosol, essential water, herbal distilate ou floral water em inglês) são subprodutos da produção de óleos essenciais obtidos através da destilação de plantas aromáticas.

Geralmente o pH dos hidrolatos varia de 5 a 6, fazendo com que possam ser usados diretamente na pele, como tônicos faciais, misturados em argila para máscaras, spray corporal etc. Os óleos essenciais quando aplicados diretamente na pele podem causar irritação por terem alta concentração. No entanto, o hidrolato possui as mesmas características dos óleos essenciais, mas com baixa concentração.

O tea tree (Melaleuca alternifoliaé especialmente indicado para peles oleosas e/ou acneicas. Vários estudos científicos indicaram o tea tree como uma alternativa ao benzoyl peroxide (um ácido eficaz contra acne). Alguns estudos a respeito das propriedades do OE de tea tree na pele são: esse, esse, esse e esse. Uma das vantagens é que o tea tree não provoca os efeitos colaterais que esses ácidos geralmente provocam (irritação, vermelhidão, descamação e ressecamento excessivo da pele). É uma alternativa mais natural e cruelty free (infelizmente esses ácidos em gel para acne são medicamentos e pertencem à laboratórios que testam em animais). Acho válido investir em alternativas naturais - e muitas delas são eficazes - quando se quer evitar cosméticos não-veganos. 

* Observação: alguns óleos essenciais são contra-indicados em casos de: alergia, gravidez, pressão alta, epilepsia, ferimentos abertos, diabetes, erupções cutâneas.



As formas de uso que eu experimentei até agora foram:

- Como solução na máscara de argila verde



Misturo 1 colher de argila verde com 1 colher de hidrolato mais 1 colher de água ou chá pronto.
Ambos ajudam na cicatrização de espinhas, diminuição de cravos, ativar a circulação e remoção de oleosidade. Deixo a máscara agir por 10-15 minutos e enxáguo. É importante hidratar bem a pele em seguida.

- Como tônico adstringente
Não borrifo na pele, mas em um algodãozinho. Achei que borrifar diretamente irrita um pouco a pele. Não é tão eficaz em remover resíduos de maquiagem ou sujeira na pele, mas remove oleosidade. Aplico ao acordar. Também misturei no meu tônico caseiro e ficou maravilhoso!! Gostei tanto que nem quero usar outro. Ah, e usar geladinho é excelente para fechar os poros. Receita nesse post.

- Spray para desodorizar os pés
O tea tree tem ação bactericida e fungicida. Por essa razão eu aplico depois do banho com os pés limpos e evito proliferação de fungos e bactérias.

- Secativo de espinhas
Olhando a composição de alguns secativos naturais de espinhas, vi que o OE de tea tree era o agente principal deles junto com a lavanda. A vantagem dele é que não provoca ressecamento em volta da pele como o ácido salicílico, por exemplo.
Apesar de poder usar o óleo essencial de tea tree na região da espinha com uma haste de algodão, o hidrolato é uma alternativa mais suave para quem tem pele sensível e também ajuda a cicatrizar. Eu não tenho problemas com o OE, então eu ainda prefiro usá-lo quando tenho alguma inflamação/espinha.

O hidrolato da Herbia custa R$22,90 no site da Herbia.

A assessoria da Herbia me enviou o hidrolato para teste. A resenha foi feita baseada na minha opinião sincera e o resultado na minha pele. O resultado pode variar de acordo com o tipo de pele de cada um. 


sexta-feira, 18 de outubro de 2013

Limpeza de pele caseira

Na maioria dos salões de estética é super complicado encontrar alguém que utilize somente produtos veganos e/ou naturais. Antigamente eu ia em uma esteticista fazer limpeza de pele para remoção de cravos do rosto (tenho muitos, infelizmente) e eu sei que elas utilizam produtos que muito provavelmente não são veganos. Ainda bem que a limpeza de pele para remoção de cravos pode ser feita em casa com produtos veganos.

Um pouco da minha história: nunca tive muitas espinhas (só na tpm), mas sofro com cravos desde a adolescência e já testei produtos de tudo quanto é marca, já gastei muito dinheiro usando produtos da Nivea, Avene e Clinique, por exemplo. Nada resolvia e eu sempre acabava espremendo e machucando mais a pele. É decepcionante não obter resultados pelo preço que eu pagava. Se não apertar os cravos com os dedos, eles não saem sozinhos dos poros. Cheguei a ir em uma dermatologista que me indicou um ácido em gel. Os cravos sumiram e a pele ficava lisa, mas os efeitos colaterais não compensavam, já que ficava com pele descamada, saindo pelinha, ressecada, irritada, vermelha...um horror. Sem contar que deve se tratar de um medicamento testado em animais e seu uso deve ser contínuo e para sempre. Hoje eu aprendi a lidar com isso, entendi que se trata de um problema hormonal (genética zuada mesmo. Meu irmão teve que tomar Roacutan, então no final das contas eu tive sorte, nem chega a ser um problema).   

No meu caso, a melhor forma de contornar o problema é manter a pele sempre limpa, tonificada e hidratada e nunca deixar de retirar a maquiagem antes de dormir e de preferência, limpar a pele de 2 a 3 vezes por dia. Além desses cuidados diários, o que me ajuda é fazer uma limpeza de pele mais profunda com certa frequência. Esses passos podem ser feitos toda semana ou de 15 em 15 dias, dependendo da necessidade de cada um - ou da paciência. Dá trabalho, mas eu me sinto muito bem me cuidando, é como exercício físico, um esforço contínuo e os resultados são visíveis. Chega de blá blá blá!

Passo 1 - Lavar a pele com um sabonete 


O que eu estou usando é o sabonete de argila da Cativa Natureza. Ele faz uma limpeza mais profunda e é indicado para peles oleosas. Mas pode ser qualquer sabonete, não precisa ser dessa marca. Comprei ele recentemente e assim que tiver uma opinião formada, farei resenha.

Passo 2 - Vaporização para dilatar os poros



Essa etapa é importante para que os poros se abram e a remoção dos cravos seja mais fácil e não deixe a pele com muitas marcas. Quanto mais os poros estiverem fechados, pior para espremer, já que vai machucar muito mais a pele. Por isso, tente não apertar a pele depois de usar um tônico adstringente (fecham os poros).
Para fazer a vaporização, ferva 1 litro de água e coloque em uma vasilha. Se quiser acrescente flores secas de camomila ou lavanda usada em chás (opcional), 2 gotas de óleo essencial de eucalipto e de hortelã-pimenta. Os óleos essenciais são descongestionantes, ativam a circulação e tem um cheirinho maravilhoso. 
Deixe o vapor subir para o rosto por 10 minutos e tome cuidado para não se queimar. Use uma toalha para cobrir a vasilha em direção ao rosto e aumentar a vaporização. É como se fosse uma sauna para o rosto.


Passo 3 - Esfoliação



Com a mesma água da bacia, misture um pouco com aveia em flocos e passe no rosto fazendo movimentos circulares. É meio estranho mas a aveia é um ótimo esfoliante tanto para peles oleosas, como secas. Caso tenha um esfoliante facial em casa, também funciona. É o esfoliante que irá remover células mortas, ativar a circulação e ajudar a remover cravos superficiais. Mas nenhum esfoliante abrasivo tem a capacidade de remover os cravos por completo.
Obs: no momento de enxaguar a aveia, é bom colocar uma peneira para evitar entupir a pia! 

Passo 4 - Extração de cravos com os dedos


Nessa fase é importante que não se use unhas ou dedos diretamente na pele. As bactérias das mãos provocam inflamação e espinhas! O ideal é proteger com um lenço limpo e fino ou usar uma luva. É muito importante que se retire o cravo por completo. Se ele ficar pela metade, vai inflamar! O método menos agressivo é esticar antes a pele com os dedos e só depois espremer, a dor é bem menor e marca menos.

Passo 5 - Tonificação

Depois de remover os cravos, é hora de matar as bactérias que ficaram na pele (morram suas malditas!!!). O óleo essencial de tea tree é comprovadamente um bactericida e fungicida. Há vários estudos mostrando que ele é eficaz contra a acne (falarei sobre ele em um outro post). Estou usando o hidrolato de tea tree da Herbia (resenha aqui). Além dele, uso outro tônico caseiro muito bom e a receita está neste post

Passo 6 - Máscara de argila verde


A máscara de argila vai ajudar a secar e cicatrizar a pele. Ela suga toda a oleosidade e ativa a circulação do rosto. Caso não tenha a pele oleosa, a argila branca pode ser usada também. Misture a argila com o hidrolato de tea tree, água com a camomila da vaporização ou água pura. Existem máscaras de argilas prontas como a da Alva e da Arte dos Aromas. Deixe agir por uns 10-15 minutos e retire com água.

Essa argila eu comprei no Mercado Central em BH por menos de R$10! (Alguém sabe porque algumas argilas são tão mais caras?) O hidrolato de tea tree auxilia na cicatrização e remove oleosidade junto com a argila. Estou usando esse da Herbia.

Passo 7 - Hidratação


Para não dar efeito rebote, é importante hidratar a pele com um hidratante potente. Eu revezo óleo de jojoba puro e o hidratante facial orgânico da Arte dos Aromas, já falei aqui muitas vezes sobre ele! Mas eu realmente gostei da forma como ele agiu na minha pele. Evite sair no sol nesse dia e passe um protetor solar.