Resenha | blush Peachy Keen da Elf


O blush Peachy Keen da E.l.f. é um dos meus preferidos e há tempos eu queria mostrar ele aqui. Por ser clarinho e muito discreto, eu o considero uma ótima opção de blush para ser usado no dia a dia. Ele também é ideal para ser usado com batons escuros.

A cor é bege/nude com tom pêssego e shimmer dourado discreto. Em peles mais claras, dá uma aparência muito natural na pele. Ou seja, não espere uma pigmentação alta. Em cima de um bronzer, ele dá um glow e uma acentuada muito interessante.

Há alguns anos eu comprei um blush mineralize da Mac, o Warm Soul, e ele virou o meu blush preferido. Agora que a MAC testa em animais, o Peachy Keen da Elf virou uma substituição vegana perfeita. Eles tem mais ou menos a mesma duração na pele, tem cores parecidas e o mesmo shimmer douradinho. O blush da Elf é vegano e custa umas 5 vezes mais barato. O da Mac é um pouco mais pigmentado e tem maior cintilância (apesar de não parecer pelo swatch).


Warm Soul x Peachy Keen

Ingredientes: Talc, Mica, Nylon-12, Magnesium Stearate, Silica, Paraffinium Liquidum (Mineral Oil), Polybutene, Sodium Dehydroacetate, Iron Oxides (CI 77491 , CI 77492 , CI 77499), Manganese Violet (CI 77742), Mica (CI 77019), Titanium Dioxide (CI 77891), Yellow No.5 Lake (CI 19140), Red No.40 Lake (CI 16035), Ultramarine Violet (CI 77077), Blue No.1 Lake (CI 42090).

Preço: paguei US$4 dólares na Beauty Joint. Mas é possível encontrar em lojinhas virtuais brasileiras por aproximadamente R$20-25.


Pertence à linha Studio e vem 4,75g

Para mais comparações de marcas e indicações de genéricos, veja os posts aqui.

9 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Que batom mais lindo. Faz resenha. Beijo, adoro você!

      Excluir
    2. Oi Juliana, obrigada pelo carinho!! :D
      É o lápis vermelho da Payot, sozinho fez esse efeito parecido com batom matte! Vou fazer um post sobre ele, acho que ele é um "genérico" do Red Velvetine da Lime Crime!
      Beijos

      Excluir
    3. Não é genérico não!!! rsrsrs
      Você tem os dois? o que voce acha?
      eu tinha o lápis da Payot e o Red Velvet da Lime Crime. Dei o lápis pra uma amiga, a diferença entre eles é muuuuito grande, não tem como comparar!
      bjos

      Excluir
    4. Ahhh que pena, Deise! Achei que pudesse ser... ele tem acabamento matte e a cor é bem parecida, mas as texturas não tem nada a ver, mesmo.
      Eu sei que existem 2 lápis da Payot, um com cera de abelha e o outro (que eu tenho), sem. Você lembra qual era o seu? Talvez as cores sejam diferentes. Eu gosto tanto dele que uso sozinho como na foto!! rs
      Beijos

      Excluir
  2. Nossa, como são parecidos mesmo :D
    E que bom que achou um substituto pra ele!

    Fiquei meio assim com o caso da Urban Decay e o lapis de olho deles, com todo o fuá da Loreal e tal, agora estou super feliz com o meu da Alva e nem penso mais em voltar pro outro.

    Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Oi Jess, é mesmo ótimo encontrar um substituto vegano e mais barato!
      Eu também adoro os lápis da Alva, pena que o preço aumentou bastante. Eu também gostava dos lápis da Urban Decay e nem sinto mais falta!!
      Beijos

      Excluir
  3. Ai, estava aguardando ansiosamente esta resenha heheh lindo o blush! Dá um glow bonito, né? E, na sua foto, me deu a impressão de que ele quase serve de bronzer pra peles bem branquinhas, por ser mais terroso.. Você acha que sim? Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Bronzer? Acho que não, Vitória! Ele dá uma corzinha, mas tem bastante cintilância e não é terroso. É um bege clarinho com subtom pêssego e mesmo pra pessoas bem branquinhas, não acredito que possa ser um bronzer.
      Beijos

      Excluir

Tecnologia do Blogger.